Gmail GO: como funciona a versão lite do aplicativo?

O Google tem um obstáculo muito grande na hora de desenvolver aplicativos, pois os dispositivos Android variam em todas as faixas de preço. Esses programas devem apresentar recursos e funcionalidade completa para quem busca uma experiência premium, ao mesmo tempo que são leves e rápidos para rodar em celulares menos potentes.

Por isso, a empresa passou a disponibilizar versões especiais de seus aplicativos, como o Gmail Go, que são dedicados a smartphones de entrada. Esses celulares, para conseguir preços baixos, geralmente apresentam pouca memória RAM e processadores mais simples, de forma que não são capazes de rodar aplicativos pesados.

aplicativos android go
Conheça o Gmail Go, aplicativo de emails do Google otimizado para celulares de entrada. (Imagem: Reprodução/Google)

O Gmail Go

O Gmail Go é uma versão do aplicativo de e-mails do Google que é mais leve, otimizada para utilizar menos RAM e ocupar menos da metade do espaço na memória. Porém, todos os recursos básicos do aplicativo original estão presentes, como filtros para caixa de entrada, possibilidade de utilizar várias contas e o modo escuro. 

Entre as mudanças que tornam este aplicativo mais leve, está a ausência de conexão com o Google Meet. No aplicativo completo, na barra inferior há um atalho para iniciar ou participar de reuniões por chamada de vídeo.

Além disso, há também mudanças no visual da interface. No Gmail, há vários elementos com destaques de cor e contornos visíveis e animações de transição, que tornam a experiência mais fluida. Enquanto isso, a versão Go é mais limpa, como um bloco sólido e contornos sutis entre os elementos, além de ter menos animações.

Todas essas alterações ajudam a simplificar o aplicativo, de modo que ele passa a consumir menos memória e processamento do seu celular.

Este aplicativo está disponível como parte do pacote de aplicativos compatíveis com o Android Go, e não pode ser instalado em outros dispositivos. No final do ano passado, o Google disponibilizou o aplicativo na Play Store para todos, mas logo em seguida restringiu o download novamente, afirmando que o ato tinha sido um erro.

O Android Go

O mesmo obstáculo encontrado por aplicativos para rodar em smartphones de entrada pode ser visto também para o sistema operacional. Por isso, além dos aplicativos otimizados do pacote Go, como o Gmail, o Google também otimizou o próprio Android. Segundo a empresa, esse sistema deve rodar perfeitamente em celulares com até 512 MB de RAM.

Outro problema a ser superado é que estes celulares podem até 8 GB de armazenamento. Por isso, assim como os apps, o Android Go ocupa menos espaço no dispositivo, liberando memória para o usuário utilizar como quiser. Além disso, há alguns recursos implementados no sistema para auxiliar na economia de dados e no gerenciamento inteligente da memória.

Há também uma lista de aplicativos pré-instalados no dispositivo, todos parte do sistema Go, que são os seguintes: 

  • Google Go, ferramenta de pesquisa;
  • Google Assistant Go, assistente de voz;
  • YouTube Go;
  • Google Maps Go;
  • Gmail Go;
  • Gboard Go, o teclado próprio do Google;
  • Files Go, explorador de arquivos;
  • Chrome;
  • Google Play Store.

A loja de aplicativos também traz algumas mudanças, como uma seção de apps mais leves, recomendados para seus smartphones. Porém, o catálogo de apps é o mesmo do sistema operacional original, e todos os aplicativos compatíveis podem ser instalados.

Alguns modelos com Android Go e Gmail Go podem ser encontrados no mercado brasileiro, como o Samsung Galaxy A01, Nokia C01 Plus e os Positivo Twist 4 Pro e Twist 4G.

Fonte: Life Hacker

Formado em Jornalismo, atua como redator de notícias desde 2017 escrevendo sobre games e tecnologia. Também é Co-Fundador da Crenix Games, empresa de jogos digitais de Curitiba onde exerce uma de suas paixões: Design de Narrativas para Games.
FacebookLinkedinWikipédia

Deixe seu comentário

13 + 2 =