Aplicativo consulta PIS – para que serve? Para quem é indicado? Conheça tudo!

O PIS é um dos principais benefícios garantidos a parte dos trabalhadores que atuam com registro em carteira. Uma das formas de verificar se você tem algum valor a receber é usar o aplicativo consulta PIS.

Confira, aqui, detalhes sobre o aplicativo consulta PIS, com informações sobre download e como usar essa ferramenta!

aplicativo consulta pis

Para que serve o aplicativo consulta PIS?

Trata-se de um app com nome autoexplicativo: o aplicativo é utilizado para consulta PIS, para verificar se tem direito ao benefício, quando será pago e qual o valor devido.

Um detalhe importante: o aplicativo possui um nome próprio! Ele foi batizado pela Caixa Econômica Federal como Aplicativo Caixa Trabalhador. Portanto, quando for baixá-lo na Play Store ou App Store, busque por esse nome!

O aplicativo Caixa Trabalhador informa dados sobre o abono salarial PIS, bem como sobre seguro-desemprego, INSS e NIS, reunindo informações importantes do trabalhador.

Para quem o aplicativo é indicado?

Trata-se de um aplicativo indicado para quem deseja consultar informações sobre o abono salarial PIS. Seu foco é o trabalhador do segmento privado, mas somente os que possuem registro formal em carteira.

O app possibilita consultar dados sobre o PIS, bem como sobre seguro-desemprego, NIS, INSS, entre outras informações sobre benefícios garantidos ao trabalhador do segmento privado.

Quais são as vantagens do app de consulta PIS?

O aplicativo oferece algumas vantagens especiais para o trabalhador em comparação ao uso do site. A seguir, listamos as principais:

  • Boa navegabilidade e usabilidade. O app tem navegação intuitiva, o que facilita seu uso pelo usuário, que consegue encontrar informações e serviços de maneira rápida;
  • Consulta da situação do abono salarial PIS, se tem direito ao benefício, quando e quanto receberá;
  • Verificação da situação do seguro-desemprego, com informações sobre parcelas, valores e datas de repasse;
  • Acesso à calculadora do abono salarial PIS, na qual o trabalhador consegue simular o valor do benefício com base no salário informado e meses trabalhados;
  • Consulta de dados de benefícios do INSS e verificação da data da última prova de vida realizada;
  • Acesso a informações sobre o NIS. Para verificá-las, basta acessar o ícone “Meu NIS”, que também é chamado de “Espelho do PIS”;
  • Maior comodidade na consulta de informações, sem necessidade de ir a uma agência. Mas, se quiser resolver algum problema pessoalmente na Caixa, o app mostra as unidades mais próximas do usuário.

Como baixar e usar o app de consulta do PIS?

O aplicativo está disponível gratuitamente para celular com sistema operacional Android ou iOS. A seguir, indicamos como baixar o app e como utilizá-lo para consultar PIS:

  1. Faça o download do aplicativo na Play Store ou App Store;
  2. Após a instalação, toque no ícone do aplicativo para abri-lo e faça um cadastro inicial. Nele, informe dados pessoais como CPF, nome completo, data de nascimento e um e-mail válido. Então, crie uma senha de acesso. Caso já tenha cadastro, informe seu CPF, NIS ou e-mail e senha de acesso;
  3. No menu principal, selecione “PIS”.

Caso tenha direito ao benefício, o aplicativo informará o valor e data de pagamento do abono salarial PIS. Se quiser ter acesso a outras funções, basta localizá-las no menu principal de serviços do app.

Um detalhe importante: o cadastro é obrigatório para uso do aplicativo. Se tiver acesso a outros apps da Caixa Econômica Federal, como o de FGTS, Habitação e Bolsa Família, não há necessidade de fazer um novo cadastro no Caixa Trabalhador, basta informar a senha cadastrada nesses outros aplicativos.

Se tiver dificuldade para usar o Caixa Trabalhador, tente atualizá-lo na loja de apps de seu celular. Também é possível desinstalar e instalar a ferramenta novamente.

Caso o problema persista, dá para entrar em contato com a Caixa Econômica Federal para relatá-lo ou usar o site para consulta de informações sobre benefícios.

O que é o PIS?

Trata-se do Programa Integração Social, que paga um abono salarial para trabalhadores de baixa renda do segmento privado. Para ter direito ao benefício é preciso ter recebido até dois salários mínimos mensais em trabalho com registro em carteira.

Também é obrigatório ter atuado por, no mínimo, 30 dias no ano base, além de estar inscrito no PIS a mais de cinco anos e ter informações atualizadas na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário

1 × 3 =