Macs com chip M1: Apple substitui CPUs da Intel

Com os novos Macs com chip M1, Apple substitui as CPUs Intel e passar a utilizar chip de fabricação própria.

Com isso, além do MacBook Air, primeiro com o processador, a promessa é de uma maior eficiência com alto desempenho, especialmente na edição de vídeos.

Continue a leitura e saiba mais sobre os novos Macs com chip M1!

 

Veja mais sobre Apple em:

Novos Macs com chip M1
Novos Macs com chip M1: saiba mais (Foto: Divulgação/Apple)

Novos Macs com chip M1: mudança e mais processamento

Com os novos Macs com chip M1 – MacBook Air, MacBook Pro e Mac Mini – a Apple se lança no mercado com chip ARM de fabricação própria.

Dessa forma, com o anúncio da última terça-feira (10), a empresa deixa de lado as CPUs Intel, e passa a postar em um chip de fabricação própria.

Sendo assim, o M1, nome dado ao primeiro processador da marca para seus computadores, traz, sendo a Apple indica, um alto desempenho energético.

Além disso, com o novo M1, a empresa também passa a centralizar as operações em um único componente. Mas quais benefícios isso traz?

Chip M1 traz um menor consumo energético e mais desempenho (Foto: Divulgação/Apple)

Menos consumo e mais desempenho

Ao que tudo indica, a decisão de investir em uma fabricação própria visa, além da centralização das operações, ter um melhor resultado.

Isto é, com o modelo, a empresa promete trazer um laptop mais silencioso, com um consumo de até 60% menos de energia.

Com isso, além da economia, a tendência é que haja também um aumento na performance de até três vezes mais em comparação com os chips Intel.

Outro benefício que os novos Macs com chip M1 trazem é a disponibilidade de espaço. O novo chio garante diversas funcionalidades em um espaço menor com a fabricação em 5 nm. Desse modo, a Apple supera os antigos chips Intel, que utilizava a litografia de 10 nm, e a AMD, que trabalha com 7nm.

Outro ponto a se destacar na mudança são as funcionalidades do Apple T2, que trabalha de forma específica com a segurança do sistema dos atuais Macs.

Promessa é de um uso fluído de ferramentas e programas (Foto: Divulgação/Apple)

Mais fluidez no uso

Além disso, pelo que indica a Apple, os novos Macs com chip M1, além de mais economia e desempenho, apresentam uma fluidez maior no sistema operacional.

Sendo assim, é possível notar uma abertura mais rápida de programas e ferramentas, especialmente em razão da memória unificada do processador.

Segundo a Apple, mudanças não afetam o que usuários já conhecem (Foto: Divulgação/Apple)

Novo chip, mesmo Mac

Contudo, mesmo com as mudanças, além de um melhor desempenho, a empresa permanece com o design tradicional em seus novos laptops.

Com isso, poucas diferenças em relação ao design serão sentidas. Mas dentre algumas novidades estão a ausência de ventoinhas no novo MacBook Air.

Isto é, há, por parte da empresa, uma grande confiança na eficiência energética dos novos Macs com chip M1.

Sendo assim, ao que tudo indica, para deixar o notebook mais silencioso, os itens foram removidos. Mas é bem provável que não haja mudanças no desempenho, especialmente na parte gráfica.

Macs com chip M1: disponibilidade no Brasil

No Brasil, os novos Macs com chip M1 já estão disponíveis nas lojas oficiais da Apple. Contudo, a opção de compra ainda não está disponível.

As duas versões do MacBook Air, com 256 GB e 512 GB em SSD, ambas com 8 GB de memória e duas portas Thunderbol/USB 4, por exemplo, saem por R$ 12.999 e R$ 16.099, respectivamente.

Por outro lado, a versão Pro com o novo chip na versão de 13 polegadas, 8 GB de memória unificada e 256 GB de armazenamento em SSD é encontrado por R$ 17.299,00.

 

Aproveite para conferir outras novidades no blog Tech News Brasil. Aqui você fica por dentro de todas as notícias e atualidades do mundo da tecnologia!

Redator da WebGo Content. Especialista em comunicação para internet, com experiência de 04 anos em SEO e Marketing Digital. Apaixonado por tecnologia, comunicação, música e games.
InstagramLinkedinTwitter

Deixe seu comentário

treze + 9 =