Internet caiu: como resolver o problema?

Você está trabalhando ou assistindo a um filme no serviço de streaming e a internet cai bem na entrega do projeto ou nas cenas finais do filme. Apesar de muitas pessoas colocarem a culpa na Lei de Murphy ou no Mercúrio Retrógrado, existem diversos fatores reais que fazem com que a conexão caia.

Por isso, neste post vamos te mostrar quais as possíveis causas da intermitência do seu sinal de internet e como resolver o problema em casa, sem a necessidade de chamar um técnico ou ligar para o Serviço de Atendimento ao Cliente da operadora.

Por que a internet pode cair?

Falhas de conexão de rede são muito comuns e os motivos são diversos. Saber como rastrear a origem do problema e aplicar a melhor correção é essencial para ganhar tempo e menos dor de cabeça no dia a dia.

Posição do roteador

Um motivo muito básico e fácil de solucionar é o mau posicionamento do roteador de internet na sua casa. O roteador é o aparelho que transmite o sinal da rede Wi-Fi pelo ar.

É importante que o aparelho esteja ligado em um local central em sua casa, sem barreiras físicas, como paredes grossas, vidros ou outros aparatos, para que não haja interferência no sinal e ele consiga alcançar a maior parte dos cômodos.

Dispositivos conectados

Cada plano de internet banda larga contratado conta com uma velocidade diferente e pacotes mais básicos (com menor franquia de velocidade) pode não suportar grandes quantidades de dispositivos conectados.

É o caso de empresas ou famílias grandes, que possuem diversos smartphones, computadores, tablets e Smart TVs, todos conectados à mesma rede Wi-Fi. O acúmulo de conexões pode sobrecarregar a rede e fazer a internet cair.

Também é importante verificar roubo de sinal por terceiros, como por exemplo, vizinhos que se conectam à sua internet ou redes sem senha para acesso.

Roteador ou modem obsoleto

Se você já fez o teste da posição do roteador, como falamos acima, e mesmo assim a internet estiver caindo, confira se ele ou seu modem não estão muito antigos e precisam de uma troca.

Com o tempo, o roteador pode apresentar falhas ou ter uma tecnologia ultrapassada, que não suporta o sinal 3G ou 4G, por exemplo, e isso faz com que a internet caia. Alguns aparelhos antigos sofrem interferência, inclusive, de telefones sem fio, micro-ondas, rádio e outros equipamentos, já que o Wi-Fi (rede sem fio ou wireless) utiliza sinal de ondas de rádio.

Qualidade dos cabos

Não só o aparelho roteador pode apresentar falhas. Outro problema físico pode estar nos cabos de conexão.

É muito comum os fios se desgastarem com o tempo, quebrarem ou que sejam mesmo de baixa qualidade e apresentem mau contato. Portanto, verifique o estado dos cabos. Aproveite para conferir também se os cabos estavam bem inseridos. Parece simples, mas esse é um dos principais motivos para queda de internet.

Operadora com sinal fraco

Apesar de vários dos motivos você conseguir resolver por conta própria, muitas vezes é o sinal oferecido pela operadora que está com problemas. Pode ser uma situação temporária ou que o provedor não conta com um bom sinal na sua região.

Como resolver o problema?

Para identificar qual a causa da queda da internet ou da lentidão no sinal e corrigir o problema, siga os passos abaixo. Em último caso, se nada resolver, ligue para a sua operadora ou entre em contato pelos canais online, como aplicativos, e-mail, chats e sites.

1.  Reinicie o modem

A primeira tentativa é, sempre, reiniciar os equipamentos. Desligue o modem e o roteador por alguns segundos e ligue novamente.

Ao reiniciar, você poderá interromper funções que estão sobrecarregadas, zerar o cache e destravar o software, por exemplo, que podem ser as causas do problema.

2.  Cheque os cabos e roteador

Caso não funcione, é hora de partir para outras soluções. Verifique se os cabos e equipamentos estão bem conectados, em bom estado e se suas versões não estão antiquadas. Caso contrário, a solução será entrar em contato com a operadora para fazer a substituição.

Procure ter em casa roteadores com duas frequências de conexão (2,4 GHz e 5 GHz) para minimizar a interferência na rede.

3.  Troque a senha do Wi-Fi

Senhas fracas possibilitam o acesso por terceiros ou mesmo a entrada facilitada de hackers que podem mudar a configuração do roteador. Uma boa tentativa é trocar a sua senha para remover intrusos à rede. Uma senha forte deve ter mais de seis dígitos, com letras, números, caracteres especiais, ou seja, o mais variado possível.

Não sabe a sua senha atual? Veja como descobrir pelo computador.

4.  Troque o Wi-Fi pelo cabo LAN

O cabo LAN é uma das melhores alternativas para garantir uma conexão mais estável, quando seu Wi-Fi está caindo. Basicamente, é como se você estivesse pegando a internet direto da fonte, já que ele pluga seu dispositivo (notebook ou um videogame, por exemplo) ao modem.

A desvantagem, nesse caso, é não poder conectar o celular ao cabo, dependendo apenas do Wi-Fi.

5.  Mude o canal da rede Wi-Fi

A transferência de dados nos roteadores é feita por meio de canais específicos, para que as interferências sejam reduzidas. Porém, se esses canais estiverem congestionados, a conexão pode ficar lenta ou cair.

Procure, portanto, alterar o canal do roteador para que o sinal Wi-Fi seja transmitido por um meio mais leve, com menor nível de sobrecarga e, consequentemente, maior qualidade. Para isso, siga este curto passo a passo:

  1. Baixe no seu computador o software como o InSSider e o NetStumbler ou, por um smartphone faça download do app WiFi Analyzer.
  2. Localize ou configure o endereço do roteador, que deve ser um código 192.168.1.1 ou 192.168.0.1;
  3. Selecione WLAN;
  4. Agora, mude para outro canal.

Aproveite para configurar o roteador para fazer a troca de canal automaticamente. Assim, você previne que o problema aconteça novamente.

6.  Reavalie seu plano

Se nada deu certo até agora, a solução pode ser trocar de plano de internet banda larga.

Avalie se seu pacote contratado atual tem limite de franquia de velocidade condizente com a capacidade que sua família precisa. Como falamos, muitos dispositivos conectados podem fazer com que a rede de internet fique sobrecarregada.

Além disso, procure entender quais as atividades que você tem no dia a dia que demandam internet. Veja um exemplo:

  • Pessoas que usam a internet apenas para usar as redes sociais, responder e-mails e assistir ou baixar vídeos no YouTube precisam de 1MB a 5MB por usuário.
  • Já pessoas que trabalham em casa, assistem a filmes na Netflix e outros streamings e ainda jogam games online, precisam de um pacote com pelo menos 15MB (por usuário).

Faça a conta de quantas pessoas utilizam sua rede e qual a demanda e contrate um plano mais adequado ao seu uso.

Esperamos que, a partir destas dicas, você consiga resolver seus problemas de conexão de internet. Que tal compartilhar o artigo nas suas redes sociais e ajudar a mais pessoas? É só utilizar os botões abaixo.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário