Motorola – Moto Edge Plus ganha update que permite usá-lo como PC

A Motorola passou muitos anos investindo seu esforço apenas na faixa de intermediários e só recentemente voltou a apostar em tops de linha, com o Moto Edge Plus.

Apesar de não ter nenhum grande diferencial ou mecanismos inovadores, o smartphone é consistente, de alta qualidade e com ótimas configurações. 

Porém, a empresa acaba de lançar uma atualização para esse modelo que pode mudar um pouco a história. A partir do dia 17, quarta-feira, os usuários terão acesso a uma ferramenta chamada “Ready For”, que é uma interface de computadores desktop para o smart. 

mulher usando o smartphone num monitor com teclado e mouse
Imagem: Reprodução/The Verge

Esse novo recurso deve funcionar de maneira semelhante ao DeX, da Samsung. A partir destes, o usuário pode conectar seu celular a um monitor por meio de entradas USB-C ou HDMI. Com essa interface especial, pode-se utilizar o Edge Plus como se fosse um computador ou notebook. 

Modos de uso

A empresa projetou o “Ready For” com quatro usos específicos em mente. O primeiro seria o mais básico, associado a um teclado e mouse bluetooth, para utilização como computador pessoal. Esse é o modo para o qual seu concorrente, o DeX, foi pensado.

O segundo uso pensado pela Motorola já é mais inovador. Por meio dele, o consumidor pode montar uma estação para videoconferência e a maior vantagem seria fazer uso da potente câmera principal de 108 megapixels

Em tempos de pandemia, nos quais muitos empregos se tornaram home-office e dependem desse tipo de reuniões a distância, esse modo seria especialmente útil. 

Outro uso interessante é como centro de entretenimento, para conectar à TV. Por meio dele você poderia assistir séries em seu app de streaming preferido, ouvir músicas ou ver vídeos no YouTube diretamente na telona. 

É possível também conectar um controle para games e utilizar o Edge Plus como um console. Através do próprio celular, você pode aproveitar jogos mobile ou se conectar a serviços de streaming de jogos, como o xCloud, que possui os games do Xbox ou o Stadia, do Google. 

Como é possível perceber, as funcionalidades da ferramenta permitem os mais diversos usos, dependendo também da criatividade do usuário. O único requisito é ter seu Moto Edge Plus atualizado e um cabo USB-C para HDMI (ou USB-C para USB-C) disponível. 

moto edge plus
Imagem: Reprodução/GearBest

O Moto Edge Plus

Primeiro flagship da Motorola em muito tempo, o Moto Edge Plus traz especificações interessantes, além de ser potente o suficiente para rodar os aplicativos do dia a dia com a mesma fluidez de um notebook. 

O processador é o que havia de mais potente e rápido no mercado no ano passado, o Snapdragon 865. Além disso, o smartphone conta com 12 GB de memória RAM e 256 GB de armazenamento interno. Com isso, a performance do Edge Plus é excelente, com capacidade até de rodar jogos pesados, como Fortnite. 

Além disso, a tela tem curvas intensas nas laterais e o painel é do tipo OLED com resolução Full HD+. Um outro ponto interessante é sua taxa de atualização de 90 Hz, o que deixa a experiência com uma sensação de fluidez e responsividade. 

A câmera principal, que já foi mencionada, é de 108 MP. Porém, o sensor ultrawide de 16 MP também pode ser útil se seu objetivo é o uso para videoconferências. Para completar o setup de câmeras, há um sensor telefoto de 8 MP e um sensor ToF. Por último, a câmera frontal conta com resolução de 25 MP.

A bateria é de 5.000 mAh com suporte a carregamento rápido de até 18W na tomada, ou 15W de carregamento sem fio. 

Um ponto essencial para os usos da interface “Ready For” são as opções de conectividade do celular. No Edge PlusWi-Fi 6, bluetooth 5.1 e capacidade de conexão à rede 5G.

 

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mundo da tecnologia e do entretenimento? Pois nos siga no Twitter e tenha acesso em primeira mão a todas as postagens aqui do Tech News Brasil!

Fonte: The Verge

Formado em Jornalismo, atua como redator de notícias desde 2017 escrevendo sobre games e tecnologia. Também é Co-Fundador da Crenix Games, empresa de jogos digitais de Curitiba onde exerce uma de suas paixões: Design de Narrativas para Games.
FacebookLinkedinWikipédia

Deixe seu comentário

5 × 5 =